Palestra: A experiência do Rust: pesquisa aplicada levando ao estado da arte em linguagens

Sala:

Dia da semana:

11:05am - 11:55am

Apresentação em Português

A linguagem Rust vem atraindo o interesse de um número crescente de programadores desde a sua estabilização em 2015. Desenvolvedores experientes adotam Rust na criação de jogos, software para sistemas embarcados e emuladores, na implementação de protocolos e até no desenvolvimento de sistemas operacionais inteiros.

Competindo diretamente com C e C++, Rust traz desempenho similar a estas linguagens – mas com o diferencial de técnicas mais modernas e garantias poderosas de execução. Para um programa Rust que passa pelo compilador, é garantido que não haverá acessos inválidos à memória, nem dangling pointers, ou memory leaks. Também é certa a ausência de ‘data races’ em código concorrente. Isso tudo sem a necessidade de um coletor de lixo ou de gerência manual de memória.

Essas capacidades aparentemente mágicas do compilador Rust são possíveis porque os criadores da linguagem adotaram ideias e resultados que vieram da comunidade de pesquisa em linguagens de programação. Nesta palestra iremos explorar essas ideias com enfoque prático. Veremos de onde surgiram e como se manifestam hoje na linguagem. Falaremos sobre sistemas de tipos e efeitos, gerenciamento de memória baseado em regiões, entre outras técnicas, além de um pouco sobre a linguagem Cyclone, precursora do Rust. Veremos como o time do Rust evolui a linguagem com base em conhecimentos vindos de pesquisas em ciência da computação – e como essa experiência pode ser útil para você no dia a dia.

Tracks

Segunda-feira

Terça-feira

Quarta-feira