Palestra: Quando robôs surgem na redação

Track: Data Science Aplicada

Sala: 3 Pequim

Horário: 4:05pm - 4:50pm

Dia da semana: Quarta-feira

Nível: Iniciante

Persona: Cientista de Dados, Desenvolvedor(a) Programador(a), Desenvolvedor(a) Sênior

Apresentação em Português

Share this on:

Pontos Principais

  • Descubra como a convivência de bots e jornalistas pode ser desejável com o Automated Journalism;
  • Veja uma aplicação de NLG (Natural Language Generation) que é capaz de gerar uma matéria sobre o Brasileirão rica em dados com interação mínima do jornalista;
  • Perceba a importância de tratar informações sensíveis com o apoio de um sistema durante as Eleições Presidenciais de 2018.

Resumo

Grandes corporações de notícias estão sendo pressionadas a fornecer conteúdo que tenha valor para seus leitores em um mercado cada vez mais competitivo. No entanto, os jornalistas temem que seus empregos tornem-se obsoletos com o advento da IA. Seria a redação do futuro comandado por robôs? Trabalhando junto com jornalistas, descobrimos que na verdade a convivência tende a ser pacífica. Muitos deles ficariam felizes em deixar a maior parte do processamento estatístico e da narrativa orientada a dados para os robôs, enquanto se concentram em adicionar criatividade e percepção humana às histórias.

Neste trabalho, mostraremos como alcançamos fluxos de trabalho mais eficientes usando técnicas de Automated Journalism na Globo por meio de dois projetos. O primeiro chama-se Numerólogos e automatiza o trabalho de criar uma matéria com os principais destaques da rodada do Brasileirão a partir de eventos de cada partida. O sistema funciona com um pipeline simplificado de NLG (Natural Language Generation) e uma ontologia de um campeonato de futebol. Na fase de planejamento, eventos são agrupados e sequenciados de acordo com um modelo de otimização. Na fase de realização, o sistema seleciona templates de forma inteligente para descrever os eventos naturalmente com uma busca Branch-and-Bound. A matéria final é revisada e publicada em um blog com 800 mil visualizações anuais.

O outro projeto, chamado Aida, foi usado para criar resumos dos resultados das pesquisas durante as Eleições Presidenciais de 2018. O sistema calcula precisamente a evolução dos candidatos e empates entre eles e gera o texto para ser lido em telejornais automaticamente. Nossas estimativas mostram que o projeto poderia economizar até 370 horas de trabalho por ano eleitoral. Através deste projeto, estamos desenvolvendo uma linguagem de templates para que os desenvolvedores possam usar em seus projetos.

Speaker: Giulio Dariano Bottari

Pesquisador Sênior na Globo

Graduado em Ciência da Computação e com Mestrado em Redes e Sistemas Distribuídos pela UFF, tem interesse em data science, inteligência artificial e blockchain. Atualmente trabalha na área de P&D Inovação da Globo com projetos de automated journalism e data science.

Find Giulio Dariano Bottari at

Tracks

Segunda-feira, 6 de maio

Terça-feira, 7 de maio

Quarta-feira, 8 de maio