Palestra: Sobrevivendo à escala: padrões para evoluir microserviços resilientes a falhas

Track: Microservices: Melhores Práticas e Padrões

Sala: 3 Pequim

Horário: 11:50am - 12:35pm

Dia da semana: Segunda-feira

Nível: Intermediário - Avançado

Persona: Arquiteto(a), Desenvolvedor(a) Programador(a), Desenvolvedor(a) Sênior, DevOps, Gerente de Operações, Gestão (VP, CTO, CIO, Diretoria), Líder Técnico(a), QA

Apresentação em Português

Share this on:

Pontos Principais

  • Falhe muito e aprenda com isso;
  • Como tornar impossível/improvável um conjunto de falhas atacando suas causas raiz;
  • Técnicas como circuit breakers, sharding, fluxos assíncronos, canary deployments, deploys contínuos e rollouts incrementais.

Resumo

Falhas vão acontecer. Todo o tempo. Essa é uma realidade inevitável para sistemas distribuídos que crescem constantemente em escala e a Nubank não é uma exceção.

Nos últimos anos temos investido cada vez mais em maneiras de tornar nossos sistemas mais resilientes. Um dia foi um DDoS interno. Em outro uma API de terceiro ficou fora do ar. Em outra deletaram um banco de produção. #quem-nunca.

Nesta palestra vamos explorar maneiras de lidar com falhas e evitar com que elas ocorram (da próxima vez), com casos reais que levaram às suas implementações. Venha conhecer técnicas como circuit breakers, sharding, vantagens e desvantagens de migrar fluxos para serem assíncronos, monitoramento, canary deployments, deploys contínuos e rollouts incrementais de funcionalidades.

Speaker: Lucas Cavalcanti

Engenheiro de Software Líder no Nubank

Lucas é engenheiro de software líder no Nubank. Entusiasta de programação funcional e das melhores práticas de desenvolvimento de software, tem grande experiência em aplicações reais em produção escritas em Clojure, Java, Scala e Ruby.

Find Lucas Cavalcanti at

Speaker: Alexandre Freire

Diretor de Engenharia na Nubank

Quando sua mãe escreveu um programa para o Alexandre de 9 anos aprender tabuada e fez o computador dar broncas mal educadas pro menino, ele ficou tão impressionado que resolveu ser programador. Desde então passou por todas fases da história da nossa Indústria. Programou websites como cowboy na bolha de 95, ainda adolescente. Fez waterfall de maneira diligente numa multinacional Italiana e sofreu quando o projeto da primeira rede social do mundo, que nunca entrou em produção, foi cancelado. Se apaixonou por Programação eXtrema e por indivíduos e suas interações. Resolveu se especializar em metodologias ágeis e no IME-USP fez seu mestrado no tema, fundou a AgilCoop e a Agilbits. Ajudou diversas empresas, de start-ups a gigantes como a Locaweb a serem mais ágeis. Levou os valores e princípios a sério, aplicando-os no Ministério da Cultura para criar o programa de Cultura Digital e construindo uma casa em Ilhabela de maneira ágil. Passou pela Industrial Logic, referência em agilidade técnica mundial, onde treinou e trabalhou junto com equipes de engenharia de produto de empresas como GE, HP, GM, Globo.com, Yahoo e Netflix. Hoje é Diretor de Engenharia no Nubank, liderando uma das melhores equipes de engenharia ágil do Brasil.

Find Alexandre Freire at

Tracks 2019

Segunda-feira, 6 de maio

Terça-feira, 7 de maio

Quarta-feira, 8 de maio