Track: Ciência da Computação no mundo real

Sala: Sala 1

Dia da semana: Terça-feira

Temas avançados em computação. Técnicas clássicas e modernas direto da academia para o seu código.

Track Host: Juan Lopes

R&D Software Engineer na Intelie

Juan Lopes é doutorando em Engenharia de Sistemas e Computação pela UFRJ, ex-competidor do ICPC e ex-campeão brasileiro do IEEEXtreme. Trabalha na Intelie desenvolvendo sistemas distribuídos para processamento de eventos complexos aplicados a ambientes de IoT industrial e operações digitais.

10:50am - 11:35am

The container is a lie!

Containers are all the rage these days. They’re fast, they make deployment easy, they handle dependencies, they slice, they dice, they make julienne fries! But... what are they? What exactly is a container and how does it work? Just how does a container differ from the “old” silver bullet, virtual machines?

Here’s a hint: It has nothing to do with boats, or whales, or shipping. That’s all marketing fluff.

Containers are simply a shorthand name for leveraging newer features of operating system kernels that let the OS lie to programs about how they’re running. In fact, all modern software is built on lies. That’s what’s useful about it!

To understand how that works, why it’s so useful, and where it’s not, let’s dive into how software actually works on a modern Linux system to see how those kernel features fit into the big picture, building up to “containers” along the way. Pull back the veil of lies and see how your computer really works.

Larry Garfield, Director of Developer Experience at Platform.sh

11:50am - 12:35pm

Manipulando Abstract Syntax Trees (ASTs) para gerar SQL com Quill

Quill é um LINQ (Consulta Integrada à Linguagem) para Scala, o qual transforma código Scala comum em SQL em tempo de compilação, sem nenhum mapeamento especial, usando apenas case classes e funções.

Para transformar o código Scala em SQL, Quill usa um mecanismo chamado quote. Com esse mecanismo, em vez de executado imediatamente, o código se torna uma árvore de análise que é transformada em uma Árvore de Sintaxe Abstrata interna, ou AST. Quill lê as informações internas do AST, as normaliza e então as transforma em instruções SQL.

Nesta sessão, você aprenderá como o Quill usa o compilador para gerar código SQL seguro. Você ouvirá sobre como o compilador funciona, como gerar ASTs, como manipulá-las e analisá-las, como fazer inferências e até executar otimizações de código.

Juliano Alves, Senior Software Engineer at TransferWise

2:05pm - 2:50pm

Anonimização: Passado, Presente e Futuro

Dados são importantes. Nos últimos anos o número de leis relacionadas a privacidade foi de 20 para 100, alguns exemplos são: PCI compliance no setor de pagamentos, a GDPR europeia e a LGPD brasileira. Todos esses novos regulamentos tentam preencher uma lacuna antiga: o problema da anonimização de dados. Como proteger informações pessoais de usuários ao analisar, testar, processar ou compartilhar um banco de dados?

Proteger os dados de clientes se tornou um ponto de falha para várias empresas e a solução está longe de trancar tudo em um lugar seguro. Compartilhar de dados é inevitável. Nesta palestra abordaremos o problema da anonimização de dados, explorando as técnicas mais comuns (K-anonymity, I-diversity, T-closeness) e as mais avançadas (Privacidade Diferencial).

Rebeca Sarai, Full Stack Developer at Vinta

3:05pm - 3:50pm

A definir

Roberta Arcoverde, Principal Software Developer no Stack Overflow

4:05pm - 4:50pm

Programando robôs de graça em um simulador de código aberto

A robótica pode parecer algo inacessível devido ao elevado custo do hardware. Porém, a boa notícia é que é possível programar vários tipos de robôs, como drones, robôs industriais, humanóides, e até carros autônomos, tudo isso dentro de um computador pessoal. Um dos simuladores de robôs mais populares entre os roboticistas, o Gazebo, é um projeto de código aberto e gratuito. Nos últimos anos, o time de simulação da Open Robotics vem desenvolvendo a nova geração do Gazebo, chamada Ignition. O novo simulador adiciona suporte a novos casos de uso, com técnicas modernas de renderização, abstração de física e simulação na nuvem. Nessa palestra, Louise apresentará o projeto Ignition, seus novos recursos, e como é possível integrá-lo ao ROS, o Robot Operating System.

Louise Poubel, Ignition Technical Lead at Open Robotics

Tracks 2019