Track: Linguagens Contemporâneas

Sala: Sala 1

Dia da semana: Quarta-feira

Linguagens e plataformas emergentes, com ênfase em linguagens projetadas para alta concorrência e sistemas distribuídos.

Track Host: Sheimy Rahman

Software Engineer na Nuveo.ai

Software Engineer na Nuveo.ai, technical speaker, Gopher, gamer, entusiasta de novas tecnologias e de projetos Open Source! Antes de se tornar desenvolvedora, cursou duas engenharias e, em um ano sabático, gastronomia. Possui mais de 10 anos de experiência em Geotecnologias; Softwares GIS, Sensoriamento Remoto, GNSS e Geoprocessamento. Paulista aventurando-se, por hora, pelo RS, orientada à histórias engraçadas, amante de café e mãe orgulhosa de quatro gatinhos, Vili, Odin, Páprika e Shoyu.

10:50am - 11:35am

A definir

Daniela Petruzalek, Software Engineer at GoCardless

11:50am - 12:35pm

A definir

Nuwan Bandara, Senior Director at WSO2

2:05pm - 2:50pm

Elixir - Orquestrando e dominando as memórias da sua aplicação

As aplicações em Elixir seguem uma arquitetura multiprocessada e isso nos traz a vantagem de termos multitasks assíncronas e isoladas. Devido à essa característica de memória isolada, o desafio com Elixir é o de compartilhar informações (memória, inclusive) entre processos de maneira prática e escalável.

Nesta palestra mostrarei, como superar esse ponto desafiador do Elixir e continuar com as demais maravilhas que essa linguagem nos proporciona. Mostrarei isso através de um case onde um serviço Backend-For-Frontend (BFF) que interage com diversos microserviços necessita de uma estratégia de caching. Trazendo exemplos práticos, com três super ferramentas que a linguagem dispõe para compartilhar dados entre processos, suas diferenças e o mais importante, quando se deve utilizar cada uma delas.

Hussani Oliveira, Engineering Manager at Cabify

3:05pm - 3:50pm

A definir

Thiago Avelino, Head of Engineering no Jusbrasil

4:05pm - 4:50pm

Ganhando Escala com Python

Apesar limitações das threads em Python, YouTube e Instagram atingiram escala planetária usando Python. O segredo está em arquiteturas que tiram o melhor proveito possível de Python, e contornam suas limitações.

Vamos conversar sobre prós e contras de threads, corrotinas e processos no contexto de Python, bibliotecas de manipulação de dados, arquiteturas distribuídas, provisionamento em nuvem, servidores de aplicação na borda externa e gerenciadores de filas e tarefas.

Leonardo Rochael Almeida, Tech Lead na Geru
Luciano Ramalho, Principal Consultant na ThoughtWorks Brasil

Tracks